time

counter

x

...
​​
...

x

"Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las"
...
...

Pesquise


zeppelim photography

ULTIMAS POSTAGENS

Obrigado pela visita!

23 agosto, 2011

Os mercados sem rumo

As ultimas semanas têm mostrado claramente que os mercados financeiros estão absolutamente sem rumo. Perderam a confiança sobre o futuro das principais economias do mundo e, sem esta referencia fundamental para orientar suas avaliações, operam sem racionalidade ao sabor de leituras de curto prazo e que não guardam nenhuma logica com os fundamentos basicos das economias de mercado. Neste quadro caótico, os preços de varios ativos chegam a niveis absolutamente irracionais, sem nenhuma correlação com o metabolismo das economias em que estão inseridos. Tomemos por exemplo os casos extremos desta loucura coletiva que são os preços do ouro, do yen japones e do franco suiço.
O ouro é um ativo em que não se pode encontrar referencias economicas racionais para fixar seu valor de mercado. Quanto vale uma onça de ouro? ninguem é capaz de responder a esta questão sem apelar para o jargão de que hoje temos mais compradores do que vendedores, sejam eles as empresas que produzem o metal, os poucos consumidores do ouro como materia prima, os Bancos Centrais que tradicionalmente tem ele entre seus ativos monetarios, os assustados investidores que temem perder neste estado de coisas parte de sua riqueza financeira  ou apenas os especuladores na busca de ganhos de curto prazo. Portanto dizer se o ouro a quase dois mil dolares a onça é caro ou barato é uma tarefa muito dificil, quase impossivel diria. O que racionalmente podemos dizer é que, com as taxas de juros próximas de zero por varios anos nas maiores economias do mundo, o custo financeiro de reter o metal é muito baixo, o que certamente contribui para aumentar a demanda por ele nestes momentos de crise de confiança. Por tudo isto não me atrevo a prever até onde pode chegar o aumento de suas cotações. Mas tenho certeza que, a menos por aumentar a insegurança de todos, o preço do ouro não tem influencia direta na crise economica que estamos vivendo.
Boa parte deste raciocinio pode ser aplicada à compra do yen japones e do franco suiço. Custo de retenção muito baixo pelos mesmos motivos citados acima e uma sensação de que estas moedas representam uma alternativa mais segura em relação ao dolar americano. Mas diferentemente do ouro, a valorização do yen e do franco suiço tem efeitos economicos importantes sobre as economias destes dois paises. O caso mais critico é do Japão, que vive há mais de uma decada uma recessão economica estrutural, com uma divida publica extremamente elevada e com grande dependencia das exportações de produtos industriais. A corrida pelo yen não faz sentido economico ou financeiro. Sua valorização vai aumentar o quadro de recessão pela redução de suas exportações para outros paises. Correr para o yen hoje é uma loucura coletiva que só o mercado financeiro pode criar.
O mesmo acontece com o franco suiço. Embora a economia da Suiça não sofra de muitos dos males que atingem o Japão e a situação das finanças publicas seja bem mais saudavel, a valorização de mais de 50% em sua moeda vai levar este país tambem para o caminho da recessão. A industria suiça é um elemento importante elemento no PIB e nos próximos meses deve sofre um enorme tranco por conta da moeda ultra valorizada.
A continuar o quadro que temos hoje, principalmente no mundo desenvolvido, de juros muito baixos e corridas malucas a outros ativos que não o dolar, dentro de pouco tempo vamos sofrer  um completo colapso no sistema de preços destas economias com graves e ainda desconhecidas distorções no metabolismo economico do G7 e, provavelmente dos paises emergentes. Nesta situação em que a funcionalidade de varios mercados deixa de existir a possibilidade de ocorrer uma grande depressão passa a ser real, principalmnte quando em varios paises os instrumentos de ação dos governos estão limitados pela fragilidade fiscal e a eficacia da politica monetaria muito baixa pelo fato dos juros já estarem proximos de zero. Com os bancos no mundo todo sofrendo baixas importantes nos preços de suas ações, incapacitados portanto de aumentar sua base de capital, a sobra de dinheiro nos mercados monetarios não se traduz em aumento na oferta de credito, este sim o estimulo que precisaria ser criado hoje.
Estou tentando refletir sobre este fenomeno mas por ser ele totalmente novo  tenho encontrado grandes dificuldades para chegar a conclusões mais claras. Mas estou atento e assustado com o que pode vir a acontecer, mesmo no quadro politico das democracias de hoje. Não podemos nos esquecer que foi a grande depressão dos anos trinta do seculo passados a principal origem dos regimes fascistas na Europa.




Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...