time

counter

x

...
​​
...

x

"Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las"
...
...

Pesquise


zeppelim photography

ULTIMAS POSTAGENS

Obrigado pela visita!

04 janeiro, 2012

Defesa Civil arrecada donativos para famílias desalojadas em Divinópolis, MG

04/01/2012 13h56 - Atualizado em 04/01/2012 13h56

Cinquenta e duas famílias já foram retiradas de áreas de risco.
Vistorias continuam para identificar pontos mais vulneráveis.

  FONTE: G1 Triângulo Mineiro

A Defesa Civil de Divinópolis, no Centro-Oeste, começou a arrecadar nesta quarta-feira (4) donativos para as famílias desalojadas na cidade. Até agora já são 52 e nesta terça-feira (3) foi decretado estado de emergência. O Rio Itapecerica já baixou um metro, mas 80% dos bairros em Divinópolis continuam com o abastecimento de água interrompido. Além da Defesa Civil, que fica no prédio da Prefeitura, no Centro da cidade, os donativos podem ser entregues em outros quatro pontos:
- Câmara Municipal de Divinópolis, no quarteirão fechado da Rua São Paulo, no Centro;
- Batalhão do Corpo de Bombeiros, na Avenida JK, no Bairro Bom Pastor;
- Batalhão da PM, na Rua Mato Grosso, sem número, no Bairro Sidil;
- Restaurante Popular; na Rua São Paulo, Centro.

Ações
As vistorias nas áreas de risco continuam para identificar pontos mais vulneráveis. Na Avenida Paraná, próximo à esquina com a Rua Duarte, técnicos da Usina de Projetos, após avaliação da Defesa Civil, trabalham para garantir a segurança do local. Segundo o superintendente da Usina de Projetos, Lúcio Espíndola, a canalização não suportou o aumento no volume de água do Córrego Catalão e causou o desmoronamento no local.
“Nosso objetivo é começar a remoção do entulho ainda nesta quarta-feira que compromete a vazão de água no local e remover a estrutura que caiu no córrego, mantendo a calha limpa. Depois, vamos avaliar o local para darmos uma solução definitiva, que envolve a recuperação do córrego neste trecho no que tange à canalização que suporte uma maior vazão de água. Isto depende do impacto que os próximos dias de chuva ainda terão no local, mas estamos monitorando e acompanhando até mesmo para garantir, além da segurança, que o trânsito possa ser restabelecido”, informou Lúcio.
Na Avenida JK, sentido bairro-Centro, entre a Rua Eldorado e a Rua do Serro, três caminhões, uma retroescavadeira e 15 homens da Defesa Civil e da Empresa Municipal de Obras Públicas e Serviços (EMOP) trabalham para desobstrução da via e contenção do deslizamento de um barranco. Segundo o secretário adjunto de Obras, Juliano Prado, o barranco ainda receberá lonas de contenção e canaletas de captação para impedir que o barranco receba ainda mais água da chuva. A expectativa é de que meia pista seja liberada até o final desta quarta-feira.
A Prefeitura e a Defesa Civil alertam para que os moradores ribeirinhos deixem as casas como medida de prevenção. Nas áreas atingidas, através de força-tarefa, cerca de 100 homens, caminhões e máquinas pesadas estão atuando. Em situação de urgência, os telefones da Defesa Civil são 199 e (37) 3221-1088.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...